O meu primeiro Lollapalooza

By Rissellie zani - 23.7.14

OK, podem me zoar, rir ou falar para a colega ''Amiga essa aí está mega atrasada!'', mas como dizem os grandes sábios (ou as pessoas que adoram uma desculpazinha básica): ''Quem tarda não falha'' - algo desse tipo...

O Lollapalooza ocorreu entre os dias 05 e 06 de abril no Autódromo de Interlagos, que fica praticamente 20 minutos da minha casa, então com certeza eu marquei presença. Vocês já devem saber de cor e salteado todos os detalhes sobre esse festival, mas vale à pena ler a minha experiência, isso eu garanto.

Uma semana antes do Festival: Desespero. Total.
Eu não tinha ninguém para me acompanhar e não queria ir no meu primeiro festival sozinha, foi aí que eu tive a brilhante ideia de agitar uns amigos do meu grupo no Whatsapp. Eles não conheciam nem metade das bandas que tocariam no domingo, dia cinco, mas ''who cares baby''? todos toparam e entraram na onda. Nós iriamos fazer do Lollapalooza o nosso melhor rolê do ano.




Dia 05/04/2014... Inesquecível.

Conseguimos reunir 16 pessoas, cada um chamou um amigo e quando demos conta percebemos que a turma estava completa. Naquele dia o clima estava perfeito, mesmo assim ficar algumas horas na fila de baixo do sol não agrada ninguém.
Já na entrada três desapareceram, não dava tempo de procurar ninguém, o foco era: Banheiro, comida e show. Ainda não tinha gente nos banheiros, todos foram correndo para os palcos, nós já tínhamos esse plano traçado desde a fila. Banheiro químico é um inferno na terra, que nojo! Quase vomitei, mas sobrevivi. Só fui duas vezes ao longo do dia, sendo que passei mais de 12 horas lá dentro.
O preço dos alimentos estavam um absurdo, mas o que fazer na hora da fome? Eu não ia ficar mascando chiclete o dia inteiro. Enquanto nós ''almoçávamos'' a banda Red Oblivion tocava no palco Interlagos. Eu não conhecia a banda e adorei, meu amigo ficou apaixonado pela menina loira, ficamos pouco nesse palco pois nosso interesse naquele momento era: Capital Cities!


Capital Cities - Palco Skol




Praticamente na frente do palco assistimos um dos melhores shows do dia, os meninos da Capital Cities colocaram todo mundo pra dançar, com direito a coreografia, e cantar. Admito que foi a primeira vez que ouvi o som deles, mas a energia era tão que eu nem me importei com esse detalhe. Ficamos até a metade do show, o calor era tanto que alguns de nós já estavam passando mal, corremos para encontrar uma ''sombra e água fresca''.


Cage the Elephant - Palco Onix




Com as energias recarregadas fomos em direção ao show mais inusitado da minha vida! Ficamos na grade dessa vez, me surpreendi com a quantidade de gente que sabia de cor todas as músicas da banda, talvez eles tenham se surpreendido mais. O vocalista, nome dele, parecia um pouco ''alterado'' - se é que me entendem- porém totalmente em ritmo com com o restante. Eu conhecia algumas músicas e fiquei mais fã ainda depois de sentir na pele o que eles podem fazer em cima do palco.


Imagine Dragons - Palco Onix




Imagine tocou no mesmo palco que Cage The Elephant, como já estávamos na grade seria uma boa mas o calor estava insuportável! Infelizmente tivemos que deixar nossos lugares para ir em busca de água e comida. Depois de carregar minha bolsa com copinhos d'água e furar a fila para comprar fichas voltamos para o locar desse show, naquele momento eu tive a certeza que todo o Lolla estavam lá. Conseguimos um lugar consideravelmente bom na lateral da parque e curtimos o melhor show do dia. Do inicio ao fim eu não fiquei parada, dancei como se não houvesse amanhã e quase toquei no vocalista! - Isso porque ele resolver correr na pista e foi bem onde eu e meus amigos estavam.


Muse - Palco Skol



A ideia era ir para o Show da Lorde no palco Interlagos, mas considerando o fato que demoramos quase 25 minutos para o palco Skol não arriscamos perder o lugar. Sentamos na grama e aproveitamos o final do show do Phoenix descansamos, nesse meio tempo alguns amigos desaparecem, o grupo que ficou comigo queria ir procurá-los e comprar alguma coisa para beber. Eu disse que não ia tirar eu corpinho daquele gramado, pois o show da banda que eu amo à mais de quatro anos iria tocar em uma hora. Resultado: Eles foram e eu fiquei... sozinha.
Mas sem problemas!Consegui um lugar razoavelmente bom, e esperei o show começar. Na hora encontrei alguns outros amigos e tudo ficou uma maravilha.
 O show foi de arrepiar, mesmo que o Matt (Vocalista) estivesse com problemas na garganta, cantei todas as músicas com toda a força e pulei junto com uns caras que estavam do meu lado. A energia era tão boa que eu não conseguia parar de sorrir. Senti falta apenas de uma música, na verdade um cover, ''Feeling Good'' ):


O fim (e a espera para o ano que vem)

Turma que ficou junta até o final, ou quase isso. 

No final estávamos um bagaço, eu não sentia mais os meus pés e meu corpo pedia banho quente e cama. A volta para casa foi complicada, a estação lotada e táxis ocupados, fui a pé para casa e por causa disse tenho um machucado nos pés até hoje! - mais uma lembrança para a bagagem.
Durante uma semana fiquei vendo meus vídeos em todo lugar, até no trabalho, ainda não acredito que esse foi o meu Primeiro Lolla, primeiro de muitos.
Fiquei queimada durante dias, um erro não ter passado protetor solar, e já prometi que ano que vem estarei lá novamente.
Nos vemos em 2015 no Lollapalooza.

  • Share:

You Might Also Like

2 comentários